A BELEZA DO OURO NANOMÉTRICO


Nanoplacas e nanoesferas de ouro

Cobiçado milênios afora, o ouro é o metal mais precioso e desejado que a humanidade conhece. Em sua forma nanométrica [na escala de bilionésimos de milímetro], o metal adquire propriedades que vão muito além do seu valor monetário.

Na imagem, nanoplacas e nanoesferas de ouro se misturam em diferentes cores. Em amarelo, as nanoplacas, capazes de espalhar luz visível, são materiais interessantes para o desenvolvimento de sensores para aplicações biomédicas. Já as nanoesferas, em vermelho, apresentam boa absorção de luz visível e podem ser empregados no desenvolvimento de painéis solares mais eficientes, em sensores, e no desenvolvimento de novos fotocatalisadores.

O Grupo para o Avanço no Design de Nanomateriais [GrAND] do Instituto de Química da Universidade de São Paulo pesquisa o desenvolvimento de nanomateriais metálicos controlados para aplicações em catálise e plasmônica.

Imagem obtida por meio de microscópio eletrônico de varredura.

Pedro Camargo
Instituto de Química
Universidade de São Paulo - USP