EMBANANADA

 

Células infectadas com Toxoplasma gondii

O protozoário Toxoplasma gondii é o agente causador da toxoplasmose, uma infecção parasitária que ocorre em várias partes do mundo e pode acometer aves, répteis, anfíbios e mamíferos, incluindo o homem. Nem todos os indivíduos infectados desenvolvem a doença. A maioria das infecções é assintomática, porém, dependendo da imunidade do indivíduo, a doença pode apresentar manifestações graves, comprometendo o sistema nervoso central e, ocasionalmente, o sistema reprodutivo, músculos e órgãos viscerais.

Os felídeos são o ponto-chave da epidemiologia da toxoplasmose, também conhecida como 'doença do gato'. Os gatos domésticos assumem importante papel na transmissão da doença pois são hospedeiros definitivos onde ocorre a reprodução do parasito no sistema intestinal e a formação de oocistos que são eliminados para o meio ambiente através das fezes. A toxoplasmose pode ser transmitida pela ingestão de oocistos provenientes do solo, areia, latas de lixo contaminados com fezes de gatos infectados, ingestão de carne crua e mal cozida infectada com cistos, e, ao feto, por via transplacentária, de mães que adquirem a infecção durante a gravidez. A infecção congênita pelo Toxoplasma gondii é um problema de saúde pública e pode acarretar sequelas fetais.

 

Na imagem, obtida por microscopia eletrônica de varredura, é possível visualizar a distribuição dos parasitos T. gondii [em amarelo] dentro das células hospedeiras.

Beatriz S. Borges, Caroline M. de Siqueira e Sheila C. Nardelli
Instituto Carlos Chagas

Fundação Oswaldo Cruz - FIOCRUZ/PR