DESERTO FÚNGICO

 

Fungo Cryptococcus gattii

O fungo Cryptococcus gattii é um dos agentes causadores da criptococose, infecção pulmonar que mata milhares de pessoas ao ano. O principal reservatório do fungo é a matéria orgânica presente no solo, em frutas secas, cereais e nas árvores. O fungo também é encontrado nas fezes de aves, principalmente dos pombos. Não existe transmissão da doença de homem para homem, nem de animais para o homem. A infecção é adquirida através da inalação do fungo que pode se disseminar para o tecido cutâneo, órgãos internos ou sistema nervoso central, onde se observa a forma clínica mais comum da micose, a meningoencefalite.

Um dos seus fatores de virulência mais estudados é a cápsula polissacarídica, necessária para a sobrevivência do fungo no hospedeiro. Na imagem, obtida por microscopia eletrônica de varredura, podem ser observadas diversas células de C. gattii e suas cápsulas polissacarídicas. As células apresentam-se de forma organizada, preservando espaços ao redor umas das outras. A visualização da organização celular pode auxiliar no desenvolvimento de superfícies que impeçam a formação de arranjos celulares e sejam anti-infectivas.

Marilene Henning Vainstein, William Lopes e Augusto Schrank
Universidade Federal do Rio Grande do Sul