JARDINS DE GIVERNY

 

Células-tronco neurais infectadas pelo vírus Zika

 

O vírus Zika é um arbovírus transmitido pelo  mosquito Aedes aegypti. Os sintomas mais comuns da doença são manchas vermelhas em todo o corpo, dor de cabeça, febre baixa, mal estar, dores nas articulações e conjuntivite. Embora raramente desenvolva complicações para o portador, a infecção pelo vírus Zika está associada a casos mais graves, como microcefalia congênita quando adquirida por gestante. A relação entre o vírus Zika e a microcefalia em fetos foi comprovada por pesquisadores brasileiros da Universidade Federal do Rio de Janeiro, do Instituto D'Or de Pesquisa e Ensino e da Universidade Estadual de Campinas.

 

Na imagem, obtida por microscopia confocal, é possível observar células-tronco neurais humanas [em azul e verde] infectadas pelo vírus Zika [em laranja]. A pesquisa utilizou organoides cerebrais que imitam o desenvolvimento do cérebro humano na fase embrionária. Os cientistas observaram que o vírus reduziu em 40% a área média de crescimento dos organoides em comparação àqueles que não foram expostos ao zika. O estudo permitiu o entendimento dos inúmeros casos de microcefalia observados durante a epidemia de Zika em 2015-2016. 

Erick Correia Loiola

Instituto D'Or de Pesquisa e Ensino